segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Ano Bissexto

Tendencialmente nefastos estes anos diferem dos outros apenas no calendário, podendo até, este dia que lhe é acrescentado para correcção, ser a chave

A imagem que encima este texto, é um belo exemplo do trabalho da natureza, e das diferentes formas como encaramos as mudanças;

Alguns conseguem ver aqui pequenos ilhéus torneados por ventos e marés, onde abrigar-se de invasores, nidificar e assegurar a progressão das espécies;

Outros haverá que, sem dar nenhuma importância a esses pormenores, contemplam e apreciam apenas aquilo que seus olhos vêem;

 Já outros haverá cuja preocupação será bem mais terrena, por recearem que a queda das arribas e a erosão costeira, possa fazer perigar as suas construções e "roubar-lhes"  a paz.

Em suma: a vida é uma constante mudança, nada é definitivo, nem seguro, mas o universo sempre nos devolve aquilo que semeamos, logo cada um terá a sua forma de encarar o futuro

quarta-feira, 18 de março de 2015

When everything seems lost

Quando tudo parece perdido é a tradução natural para este título

Pois bem meus amigos, quero dizer-vos, aos poucos que se darão ao trabalho de ler estas linhas, que na vida nada acontece por acaso....

Por hoje ficamos assim, apenas para vos lembrar que nem tudo o que parece é...

Vejam este link e tirem as vossas conclusões, aqui Negócio Altrad/Hertel

Um trecho importante do PR: 
«Altrad will finance the transaction :
- through convertible bonds (“ORA” and “OBSA”) subscribed by its financial shareholders
BPI France, CM CIC Investissement, Arkéa Capital Investissement and BNP Paribas
Développement
- and through a new syndicated loan with its historical banks, led by Natixis and BNP Paribas
A new bond issuance led by Natixis (“Euro PP”) should also take place during Q2 2015




sábado, 5 de abril de 2014

E, se, como num passo de mágica tivesses a tua vida de volta???!!!!...


Imagem: Blog Nueva Mentes

Muito se tem escrito sobre o desaparecimento do voo 327 da Malásia,  sendo cada vez mais as vozes que fazem eco de algo muito importante, escalofriante mesmo, para mentes mais resistentes;

Não vamos reproduzir aqui esses textos, tão simplesmente deixar alguns links que podem fazer luz, apesar da incerteza que sempre subsiste em casos desta natureza:

Fontes:
Nueva Mentes

Portugal Glorioso

Não esperem que os meios de informação tradicionais digam uma palavra sequer sobre este assunto, para além do conteúdo desinformativo a que estão obrigados

domingo, 6 de outubro de 2013

Colónias de Férias


A ratoeira preparada aos países da Península Ibérica


Portugal e Espanha, são sem sombra de dúvidas dois dos destinos de férias mais procurados pelos países ricos do norte da Europa, bem como os preferidos pelas suas gentes para se fixarem quando atingem a idade da reforma, pela qualidade de vida, baixo custo e hospitalidade dos seus povos.

Durante mais de uma década estes dois países apostaram numa educação cuidada dos seus jovens, investiram na qualificação profissional destes, numa formação contínua dos enfermeiros, elevaram os padrões de qualidade dos seus produtos e criaram infraestruturas turísticas de alta qualidade...

Enquanto isto, alguém preparava deliberadamente uma enorme crise estratégica, com o intuito de os empobrecer e, mesmo levar à ruína financeira, forçando assim o êxodo dos seus quadros para os países que deles precisam urgentemente, sem que tenham de fazer qualquer investimento nessa educação ou formação .

Da mesma forma abriram-se as portas aos investidores de países emergentes, ou ricos para comprarem casas de luxo ou adquirirem posições de relevo em empresas de referencia (va-se la saber com que intenções)...

Atribuiram-se a essas gentes vistos excepcionais, possivelmente, sem acautelar os nossos interesses, nomeadamente no que respeita a saber a origem desse dinheiro ou mesmo as verdadeiras intenções destes investidores.

Em suma o Estado (todos nós) gastamos rios de dinheiro na formação daqueles que agora farão as suas carreiras nos países de acolhimento, contribuindo para o seu desenvolvimento, olhados sempre como o parente pobre da Europa, enquanto nós recebemos os seus reformados, e turistas com a hospitalidade e servilismo de quem serve os ricos...

Pelo amor da santa...








domingo, 1 de setembro de 2013

Guerras anunciadas

Foto Mundo desconocido.es

Uma vez mais, contando com o silêncio dos meios de comunicação de massas, estamos a ponto de ver estalar mais uma guerra, preparada utilizando os mesmos estratagemas que já conhecemos, de utilização do poder para "justificar" a necessidade, aos olhos da opinião pública de invadir um país em nome  da democracia.
Hoje mais despertos e alertas atrever-me-ia a dizer que ninguém acredita nas boas intenções...
O tempo se encarregará de escrever a história à luz da verdade, e, aí segundo o que diz o ditado "quem semeia ventos colhe tempestades"

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

freedom


Boa Noite


Depois deste blackout é tempo de fazer um curto "rewind" 


  • Confirmam-se os piores cenários a nível económico e social
  • A nossa classe política mantém, o seu servilismo relativamente ao poder económico, e consequentemente prossegue a tarefa de empobrecimento da generalidade da sociedade, da estupidificação das massas, do afastamento dos jovens das universidades numa máxima de que quanto mais pobres e incultos mais subjugados e dóceis e logo menos capazes de racicionar e indignar-se ou mesmo exigir responsabilidades por gestão danosa, compadrios, corrupção, delapidação de fundos públicos e favorecimento ou encobrimento de enriquecimento ilícito
Fiquem pois sabendo que a máxima "O silêncio é de Ouro" deixou de fazer qualquer sentido, entre outros motivos, porque dos bunkers onde se guardavam importantes reservas deste metal, nomeadamente pertencentes ao tão propalado motor da economia europeia, parecem ter sido "transferidos" para a China, sem que os meios de informação  se atrevam a dizer uma palavra sobre o assunto; 
No entanto, permitam-me lembrar que cego não é o que não vê, mas aquele que não quer ver, e hoje há muitas fontes para beber informação e depois é fácil cruzá-la para avaliar a sua veracidade.

Algo muito positivo agora:

A vida devolve-nos a colheita das nossas sementeiras
Tudo que semeamos volta a nós de forma acrescentada!!!
O fertilizante natural para a vida chama-se Amizade

Façam uso deste precioso segredo, e sobretudo usem boas sementes!!!...

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Pensões de Reforma um direito inalienável

Imagem: Google Images


Ao longo dos tempos foram-nos transmitindo a necessidade absoluta de amealhar, poupar para os imponderáveis e, sobretudo para conseguir uma velhice mais tranquila;

O Estado, até há algum tempo tido como pessoa de bem, fez-nos acreditar que, em função aritmética do que contribuíssemos, isto é , daquilo que depositássemos ao seu cuidado para que gestionasse e fizesse crescer, tanto melhor seria a pensão que poderíamos esperar receber quando esses dias chegassem;

Quer isto dizer que, o Estado era o fiel depositário das contribuições dos cidadãos, que nele confiaram a sua subsistência futura.

Assim sendo, cabe-nos responsabilizá-los pela má gestão dos fundos que lhes fomos confiando, e exigir que cumpram a sua parte do acordo.

No fundo, trata-se de exigir igual tratamento ao que seria expectável doutra qualquer aplicação financeira numa companhia de seguros por exemplo, onde seria impensável aceitar que nos dissessem que afinal o nosso complemento de reforma seria reduzido, por uma qualquer razão que não as enumeradas no contrato estabelecido entre as partes.

É duma desonestidade tremenda coartar o futuro das gerações que ajudaram o País a tornar-se naquilo que estes políticos desonestos e corruptos acabaram por destruir...

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

domingo, 9 de dezembro de 2012

Caminhando pela Vida

BN Foto

Aproxima-se o final de mais um ano, e as festividades natalícias que fazem a alegria da pequenada, e, de quantos como eu, fora de seu país esperam, quase desesperadamente, pelo reencontro com sua família e amigos;

Este é pois um tempo de balanço, de esperança renovada e, para mim de alguma introspeção e análise do que fica para trás, daquilo que podia ter feito melhor, ou - simplesmente de outra forma - e sobretudo ainda tempo de gratidão para com quantos me ajudaram a percorrer esta caminhada;

Dito isto, aos meus verdadeiros amigos, a todos os que me brindam com seus afetos, àqueles que mesmo «algumas vezes» não concordando comigo entendem as nossas diferenças e valorizam aquilo em que coincidimos e conseguem ver em mim um pouco de cada um deles, quero deixar-lhes uma mensagem de esperança, de coragem e animá-los a perseguir os seus objetivos, dizer-lhes que não desistam nunca de sonhar e acreditar que com determinação e perseverança tudo está ao nosso alcance.

Boas Festas



quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Lei da rolha

Imagem GI


Como poderão aferir pela descontinuidade na actutalização do blog algo de estranho se passa quando deixamos de entender importante manifestar a nossa opinião e mostrar a nossa indignação. 

Quando não temos nada de construtivo para dizer, quando nos sentimos ultrajados e espoliados dos nossos direitos fundamentais, percebemos que de nada valerá continuar a remar contra a maré de forma diplomática e civilizada.

Como alguém diz e muito bem as revoluções não se anunciam....

terça-feira, 3 de julho de 2012

Enfermeiros mal amados

Imagem GI

 Há uns anos atrás um curso de enfermagem era sinónimo de segurança financeira, de estabilidade laboral, e justificava assim o investimento feito na formação;

Pois era, mas veja-se o que lhes esperava, também a eles,

Enfermagem: ARS Lisboa adjudicou prestação de serviços entre os 4,77 e os 5,19 euros

Confiram a  Notícia TSF e perceberão que afinal o Estado não vai poupar nada, apenas vai distribuir por grupos "sanguessugas" que nada acrescentam ao processo;

Parece-me absolutamente despropositado e ultrajante que esta classe profissional esteja a ser, «também» empurrada para a emigração. Devo lembrar que em qualquer parte do Mundo os nossos enfermeiros são acolhidos de braços abertos pela excelência da sua formação e, sobretudo, por incluírem no seu currículo estágio efetivo (vulgo prática) das várias especialidades.

Estes profissionais são ainda a ponte entre o doente e o «importante» Senhor Doutor, são eles que humanizam os serviços, e cuidam, na verdadeira acessão do termo, o doente.
Mereciam outra consideração...

Mal vai a coisa, quando desbaratamos aquilo que de melhor temos 

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Espanha a braços com graves problemas

Foto RNotícias


A Espanha é um País demasiado grande e não poderá ser intervencionado, como acontecera com a Grécia e depois Portugal, o que os coloca numa situação muito difícil, na hora de reavaliar os ativos dos bancos a que não poderão acudir sem a intervenção do BCE. Se lhe juntarmos a insuportável taxa de desemprego e as exorbitantes dívidas das regiões chegaremos à necessidade de  tomada de medidas ainda mais duras e impopulares do que as adotadas entre nós.
Os mais cépticos afirmam mesmo a inevitabilidade da chegada do "corralito" que mais não é do que uma medida que evita a corrida ao levantamento do dinheiro depositado nos bancos de forma massiva (estabelecendo máximos diários), o que provocaria a ruptura inevitável de todo o sistema financeiro; para isso poderão ser incrementadas medidas que dificultem ou mesmo proíbam as transferências para contas estrangeiras, o que seria entendido como o primeiro sinal de alarme.

Da mesma forma, Krugman  conceituado Nobel de Economia vaticina a saída da Grécia da moeda única Europeia, já no próximo mês, e muitas são as vozes que acreditam ou mesmo defendem que a Grécia deverá fazer tábua rasa da sua dívida externa.

O certo é que a Itália não está muito longe da situação Espanhola, e é igualmente grande demais para ser resgatada, razão pela qual as preocupações europeias com Espanha estejam duplamente justificadas, já que o seu afundamento terá inevitavelmente um efeito dominó.


Apesar de tudo, o Povo Espanhol é trabalhador e unido, e saberá enfrentar com determinação as adversidades, e obrigará os políticos a emendar a mão. 

Não se acomodarão nem deixarão os seus destinos ao sabor da maré...
Como outros o fazem..... 

 Leiam a Opinião de Krugman  aqui divulgada no Rastreador de Notícias

sábado, 28 de abril de 2012

Tribunal de Portalegre pioneiro em Portugal

Imagem GI

Uma sentença inédita do tribunal de Portalegre determinou que a entrega de uma casa ao banco liquida o empréstimo em dívida. Um dos argumentos utilizado pelo juiz foi que havia um enriquecimento injustificado por parte do banco.


Vejam aqui o vídeo Sic Notícias 
ou na TVI, sobre este assunto de todo o interesse para inúmeras famílias Portuguesas


Deixem-me acrescentar que este é um assunto de grande acuidade que estará no topo das preocupações das famílias de médios recursos em Portugal, e que por assim o ter entendido utilizei a plataforma do site do Primeiro Ministro para criar um movimento que alertava para esta tremenda injustiça, vejam aqui Movimento pela Co-Responsabilização dos Bancos

Como poderão verificar pelo número de apoiantes, este não parecia ser um movimento "possível" de levar avante;

Talvez o problema não esteja tanto na dificuldade de mudar algo com que não concordamos e que entendemos estar profundamente errado e contaminado de injustiça,

O problema é que nos têm de tal forma "amedrontados" e "controlados" que estamos «uma grande maioria» resignados a aceitar tudo como se fosse irremediável...

Pois, essa é a maior mentira que nos tentam vender!!!!






terça-feira, 24 de abril de 2012

25 de Abril

Imagem GI

25 de Abril, sempre !!!

Acreditámos que seriamos um País:

  • Livre
  • Democrático
  • Independente
  • Mais Solidário
Disseram-nos que para tal teríamos de nos esforçar, o que aceitámos, e então:

  • Estudámos, aprendemos, fizemos formação
  • Trabalhámos, fizemos a nossa parte - contribuímos, pagámos impostos
Entretanto, o que fizeram «Eles»:

  • Esbanjaram os recursos que lhes confiámos
  • Governaram-se (a si e a sua "matilha")
Resultado:

  • Não somos livres (ninguém é livre se não pode decidir por si)
  • A Democracia é uma grande mentira (não se pode considerar democrático quem obedece a interesses que não correspondem à representação que recebeu)
  • Somos cada vez mais DEPENDENTES dos detentores do capital e de organizações que nos controlam e impõe as suas regras (que acautelam única e exclusivamente os interesses da Oligarquia que os comanda)
  • No que respeita a solidariedade diria que se manifesta apenas na nossa capacidade de "solidariamente" ficar quietos enquanto tudo isto acontece debaixo do nosso nariz